Como procurar e encontrar compradores de empresas
Como procurar e encontrar compradores de empresas
Como procurar e encontrar compradores de empresas

Como procurar e encontrar compradores de empresas

Se você é um empreendedor e tem um negócio, então há uma opção de futuro disponível que você possivelmente não considera hoje: vender sua firma. Mas, para isso, é necessário saber como encontrar compradores de empresas para você.

Afinal de contas, se você não sabe onde estão os potenciais compradores de empresas, então não dá para negociar a venda da sua empresa, não é mesmo?

Por isso, neste conteúdo, vamos te ensinar como como procurar e encontrar compradores de empresas e o que você precisa ter para impressioná-los e iniciar uma negociação bem sucedida pelo seu negócio.

Te interessou? Então siga a leitura com bastante atenção!

Quem são os compradores de empresas?

Faça um exercício de imaginação: suponha que você queira encontrar batatas, onde você iria procurar? Em uma academia de ginástica ou em um supermercado?

E se você tivesse interesse em bolas de futebol, você iria para o meio da Floresta Amazônica ou para uma loja de material esportivo?

É óbvio que você respondeu as duas perguntas corretamente, mas o que elas têm a ver com encontrar compradores de empresas? A resposta é bastante simples: para achar algo, você precisa conhecer esse “alvo”.

Valutech valuation

Você só sabe que as batatas estão no mercado e não na academia porque você sabe que batatas são legumes e não equipamentos de exercício físico. O mesmo para as bolas de futebol.

Se você está aí perguntando “Como encontrar comprador para minha empresa?”, em primeiro lugar você precisa entender quem são os compradores de empresa — especialmente aqueles que podem se interessar pelo seu negócio. Sabendo disso, fica mais fácil traçar alguns lugares onde eles podem estar neste momento.

Veja abaixo um perfil básico dos principais compradores de empresas, seus interesses e objetivos!

Compradores individuais

Um comprador individual é, em outras palavras, uma pessoa física que busca comprar um negócio. Normalmente, é alguém da área de atuação da empresa que está sendo vendida e que quer empreender, mas prefere fazer o investimento para conseguir algo pronto do que começar do 0.

Por exemplo, são mais suscetíveis a anúncios que dizem “Vendo empresa faturando”, pois são pessoas que querem pegar o negócio já com lucro todos os meses.

Tendem a ser compradores com menos conhecimento em negócio e administração, claro, mas que conhecem mais a fundo o mercado em que a empresa está inserida.

São compradores que podem ter faixas de preço variáveis, mas tendem para valores mais baixos e interessados em PMEs, mas que podem pagar à vista.

Ebook Valutech

Compradores corporativos

Um comprador corporativo é uma empresa que tem o interesse em adquirir outra por diversas razões. Por exemplo, pode querer comprar outro negócio para ampliar sua área de atuação, ganhar diversidade no portfólio, otimizar e reduzir custos de produção e por aí vai.

Normalmente, são negócios complexos e que podem ser muito diferentes entre si. Existem empresas que compram operações à vista, enquanto outras fazem uma engenharia enorme envolvendo compra de ações e por aí vai.

As empresas compradoras podem estar interessadas em todos os tipos de negócios, todos os nichos e modelos de operação, mas normalmente têm apoio jurídico, fiscal, administrativo e técnico para fazer uma avaliação completa de cada oferta.

Por exemplo, os compradores corporativos estudam mais a parte jurídica da compra e venda de empresa, contrato para fechar negócio, cláusulas específicas. Um exemplo disso que você provavelmente viu recentemente foi o fim da negociação entre Elon Musk e o Twitter — segundo o comprador, o negócio não foi para frente por causa de uma cláusula da negociação, a de que o Twitter deveria provar que não tinha mais do que 5% dos seus usuários como bots.

Por isso, são negócios mais lentos, que passam por maiores crivos e que exigem muito cuidado e paciência. Entretanto, são operações muito mais lucrativas para quem quer vender empresa.

Sócios

Uma possibilidade de comprador de empresa pode ser um dos sócios já existentes do negócio. Por exemplo, é possível que um firma dividida entre duas ou três pessoas seja comprada por um dos sócios já existentes.

Nesse caso, o processo de compra tende a ser facilitado em certo modo. Afinal, na maioria dos casos, o sócio já está por dentro da operação, entende como tudo funciona e não precisa de acesso a certos dados.

Também costuma ser uma operação com pagamento à vista, mas com valor um pouco menor do que se o comprador fosse outra empresa.

Leia também:

Colaboradores

Em alguns casos, é possível que a empresa tenha algum colaborador-chave que quer comprar o negócio ou, pelo menos, parte dele.

Normalmente, esse tipo de operação existe dentro de modelos específicos de carreira dentro de empresas. Um exemplo seriam os escritórios de advocacia nos EUA, em que o ponto final da carreira de um advogado é “comprar” parte da firma para ser um sócio.

Como são operações muito específicas e incomuns no Brasil, é uma ideia que a maioria desconhece. No entanto, é possível vender a empresa para quem já está dentro dela no dia a dia, seguindo um processo bastante semelhante ao de compradores individuais.

Liquidação

Por fim, em algumas situações, uma empresa vai fechar as suas portas e entra em liquidação. Nesse caso, é possível vender partes da empresa em separado, para pessoas e compradores distintos, ou vender tudo de uma vez.

Esse processo é mais rápido do que os outros, mas também tem um valor muito menor para quem vende. É, de certa forma, como uma “pechincha” para quem compra.

Onde procurar e encontrar compradores de empresas?

Agora que já entendemos quem são os compradores de empresas, fica mais fácil encontrá-los. Como você viu, alguns deles podem estar do seu lado nesse momento (no caso do comprador sócio ou do colaborador da empresa).

Empresário negociando com comprador de empresa no escritório

Pensando dessa forma, veremos a seguir quais as ações que você precisa tomar para encontrar compradores de empresas independentemente do negócio que esteja vendendo!

1. Mapeie as oportunidades e possíveis compradores de empresas

O primeiro passo para conseguir encontrar compradores de empresas é mapear as oportunidades disponíveis para você. Assim, fica mais fácil encontrar contatos mais assertivos (e com mais chances de fechamento).

Por exemplo, caso sua empresa tenha sócios, analise a situação deles. Veja se é possível ou se interessa a um deles comprar a sua parte na sociedade. É muito mais fácil fechar negócio com quem já tem o interesse.

Caso você não tenha sócios, veja outras possíveis oportunidades próximas de você. No caso de compradores individuais, estude seu círculo de amizades e seu networking e veja se há alguma oportunidade.

Por fim, analise o mercado da sua cidade. Veja seus concorrentes ou empresas da área que poderiam se beneficiar do know-how, carteira de clientes ou tecnologia que seu negócio tenha. Monte uma proposta para apresentar, sabendo que este é um contato mais frio.

Também é possível ofertar sua empresa diretamente para seu concorrente.

2. Analise internamente sua empresa

Uma boa maneira de encontrar compradores para seu negócio está dentro de casa. Isso mesmo: analise internamente a sua empresa para ver o que você tem a oferecer.

Pense da seguinte forma: para saber quem compraria seu negócio, é importante entender o que essa empresa é e o que ela tem de interessante. Ao saber isso, você consegue deduzir de forma mais fácil quem é um potencial comprador.

Compradores de empresas

Por exemplo, suponha que seu negócio seja uma oficina de costura, que faz fantasias infantis para festas de aniversário. Ao analisar o que ela oferece, você pode montar uma proposta para:

  • buffets de grande porte (que poderiam comprar as modelagens e know-how para oferecer as fantasias para os clientes);
  • empresas que vendem tecido e querem diversificar o meio de atuação com custos baixos;
  • lojas de roupas que querem um diferencial.

Ao analisar seu negócio, você também ganha um conhecimento vital para poder negociar com compradores frios, ou seja, aqueles que não foram prospectados e que, em um primeiro momento, não se interessariam pela sua empresa.

3. Conheça os lugares certos para anunciar para compradores de empresas

“Ok, mas eu quero vender minha empresa. Onde anunciar?”

Se você quer fazer anúncios para vender sua empresa, pesquise as diversas plataformas na Internet em que você pode anunciar sua empresa. Esses lugares são eficazes para vender seu negócio, mas normalmente atraem um público mais frio, menos preparado. A chance de conversão é menor, mas são espaços interessantes pelo alto volume de interessados.

Dá até para tentar fazer anúncios nas redes sociais, em grupos no Facebook e WhatsApp, embora a conversão seja baixa ali.

O que mais você precisa para vender seu negócio?

Um ponto importante a ter em mente é que saber encontrar compradores de empresas é apenas a primeira parte do trabalho. A segunda é sentar para negociar e conseguir fechar negócio.

Para ter mais força na mesa de negociação, você precisará de um bom valuation da sua empresa. Este processo indica quanto seu negócio vale na realidade e dá um norte importante para guiar as conversas.

Leia também:

Como Calcular o Valor de uma Empresa para Venda

Como Calcular o Valor de uma Empresa Familiar

É essencial que o business valuation seja feito por uma empresa reconhecida no mercado, com confiança, reputação e método, de modo a garantir que o relatório seja recebido de forma isenta e confiável.

No entanto, um dos problemas que muitas pessoas que querem vender uma empresa enfrentam é o alto custo de um relatório de valuation. Atualmente, o processo custa, no mínimo, R$15 mil quando feito por um consultor especializado.

Considerando que a maior parte das empresas que tenta ser vendida é de micro, pequeno ou médio porte, esse montante é muito alto e complica o negócio — especialmente porque foge do padrão do mercado brasileiro.

É por isso que a Valutech existe: com sua tecnologia inovadora, que usa Inteligência Artificial, e uma equipe composta por quem tem anos e anos de experiência no segmento de valuation, a Valutech é capaz de oferecer um relatório fidedigno, confiável e barato, custando menos de 0,5% do preço de um consultor especializado.Agora que você já sabe como encontrar compradores de empresas, precisa de um bom valuation para vender seu negócio. Portanto, fale com a Valutech e comece agora mesmo!