valuation perpetuidade

Perpetuidade no Valuation: Entendendo o Valor Perpétuo das Empresas

Quando olhamos para a solidez financeira e o potencial de crescimento de uma empresa, nos deparamos com conceitos como valuation perpetuidade, uma ferramenta que desvenda o valor perpétuo das empresas através do tempo.

Este método estimativa não apenas o valor presente, mas lança um olhar atento sobre o valor futuro, assumindo que a organização continuará a operar e a gerar rendimentos indefinidamente.

Ao entender a perpetuidade aplicada ao business valuation, investidores e analistas financeiros obtêm uma perspectiva mais abrangente sobre o verdadeiro valor de uma companhia, oferecendo insights importantes que impactam decisões de investimento e estratégias de negócio.

O que é Perpetuidade no Valuation?

Aswath Damodaran consegue traduzir muito bem em poucas palavras o que é a perpetuidade no valuation (também conhecido como valor terminal):

Como não podemos estimar fluxos de caixas para sempre, em geral, finalizamos uma avaliação de fluxo de caixa descontado interrompendo a estimativa de fluxos de caixa em algum momento no futuro e depois calculando um valor de perpetuidade (ou valor terminal) que reflita o valor da empresa naquele ponto.Aswath Damodaran

A avaliação da perpetuidade, ou valuation usando o método de perpetuidade, é um conceito central no universo das finanças corporativas e investimentos.

Este método é importante na determinação do valor de uma empresa, especialmente ao avaliar seu potencial de longo prazo.

Ebook Grátis Valuation

A perpetuidade é baseada na ideia de que uma empresa continuará operando indefinidamente, gerando fluxos de caixa constantes e previsíveis na maioria dos casos.

Esse conceito é bem útil para investidores e analistas financeiros ao estimarem o valor presente de uma empresa, considerando seus retornos futuros projetados além de um período de crescimento específico.

O Conceito de Perpetuidade no Contexto de Valuation

Ao explorar os fundamentos do valuation, o conceito de perpetuidade surge como uma pedra angular na avaliação financeira de longo prazo das empresas. A perpetuidade, ou a presunção de que uma empresa opera infinitamente, é um pilar essencial na determinação do seu valor intrínseco.

Desmistificando o Termo “Perpetuidade”

Desfazendo as complexidades, perpetuidade refere-se simplesmente à fase final de previsão no cálculo do valuation, onde se pressupõe que a empresa existe ad infinitum, com uma taxa de crescimento constante (na maioria dos casos).

Considere também chamar esse período final da projeção de “valor de fechamento”. Depois que você projeta, digamos, 5 ou 10 anos de fluxos de caixa, a perpetuidade entra como um valor de fechamento do valuation.

A Relevância da Perpetuidade na Avaliação de Empresas

O papel da perpetuidade na avaliação de empresas é bem importante para entendermos a saúde financeira das empresas no longo prazo e para investidores avaliarem o valuation de suas carteiras (e também sócios de empresas). Nesse sentido, a perpetuidade é uma representação da visão de sustentabilidade e crescimento contínuo de uma empresa.

ComponenteDescriçãoImpacto no Valuation
Perpetuidade / Valor TerminalEstimativa dos fluxos de caixa futuros após o período de previsão explícita.Representa uma parte significativa do valor da empresa sendo avaliado.
Taxa de DescontoReflete o custo de capital e o risco do investimento.Essencial para atualizar os fluxos de caixa futuros para o valor presente.
Taxa de CrescimentoÍndice que estima o aumento anual dos fluxos de caixa.Impacta diretamente a projeção de fluxo de caixa em perpetuidade.

Esse panorama de perpetuidade, aliando a visão otimista e a capacidade financeira, fornece um fundamento para as decisões de investimento e a estratégia corporativa direcionadas à prosperidade de longo prazo.

Como Calcular a Perpetuidade

Entender como realizar o cálculo de perpetuidade é extremamente para profissionais que atuam com valuation de empresas.

A fórmula de valor perpétuo é um dos componentes-chave para determinar o valor presente de um negócio a partir de seus fluxos de caixa futuros.

Porém, existem 3 métodos para calcular o valor terminal de uma empresa, e cada um é mais adequado para cada caso.

A seguir, vamos explicar melhor os elementos que compõem cada fórmula de cada método e demonstraremos sua aplicação prática.

Os 3 Métodos para Calcular o Valor Terminal (Perpetuidade) de uma Empresa

Ao avaliar o valor terminal de uma empresa, existem três métodos principais utilizados por analistas financeiros e investidores: valor de liquidação, abordagem de múltiplos e modelo de crescimento estável.

1. Método: Valor de Liquidação

É muito simples de entender quando usar esse modelo de valor terminal.

O valor de liquidação é utilizado quando se presume que a empresa não continuará suas operações indefinidamente. Este método calcula o valor terminal com base no valor estimado que seria obtido se todos os ativos da empresa fossem vendidos e todas as obrigações fossem quitadas no final do período de projeção.

Ou seja, em algumas avaliações podemos prever que a empresa vai encerrar suas operações em algum momento.

Em sua essência, este método considera o valor de liquidação dos ativos da empresa, menos suas dívidas, fornecendo uma estimativa do valor que os sócios ou acionistas receberiam em um cenário de encerramento das operações.

Como Calcular o Valor de Liquidação – Utilizando sua Fórmula

Abaixo iremos demontrar a maneira de estimar o valor de liquidação ao calcular o valor terminal da empresa.

Nessa abordagem é possível se basear no valor contábil dos ativos (se os documentos contábeis refletirem a realidade), ajustando por qualquer inflação no período, seguindo a seguinte fórmula:

fórmula cálculo de liquidação

Para ilustrar melhor, vamos citar um exemplo prático somente para fins de explicação.

Nesse exemplo, a empresa em questão será encerrada e existe uma expectativa de valor contábil dos ativos no final da avaliação, digamos 10 anos, seja de 2 milhões de reais, a idade média dos ativos for 5 anos e a inflação prevista for de 10%, o valor de liquidação esperado será de aproximadamente 3,22 milhões de reais.

Exemplo Cálculo de Liquidação

2. Método: Abordagem de Múltiplos

Já a abordagem de múltiplos utiliza indicadores de mercado para estimar o valor terminal. Este método baseia-se na aplicação de múltiplos de avaliação, alguma métrica como EBIT ou EBITDA, obtidos de empresas comparáveis ou do próprio histórico da empresa.

Ao aplicar esses múltiplos aos resultados financeiros projetados da empresa, é possível estimar seu valor terminal. Esta abordagem pode ser útil para empresas que operam em setores com muitas empresas comparáveis e com múltiplos de mercado bem estabelecidos.

Em alguns casos essa abordagem também é utilizada ao presumir que a empresa poderá ser vendida no futuro.

Fórmula para Calcular a Perpetuidade com a Abordagem de Múltiplos

A fórmula para calcular o valor da perpetuidade(ou valor terminal) nesse caso é:

fórmula perpetuidade valor terminal abordagem múltiplos

3. Método: Crescimento Estável (Perpetuidade)

Enquanto na primeira abordagem (liquidação) estamos preocupados com a empresa sendo avaliada pois ela talvez encerrará suas atividades, nessa abordagem se presume que a empresa irá reinvestir parte dos seus fluxos de caixa para continuar crescendo – e assim prolongar sua vida.

Essa abordagem é de fato o que muitos avaliadores e analistas chamam de “perpetuidade”.

Enquanto existem outras duas formas de calcular o valor terminal de uma empresa, a maioria das pessoas (e até mesmo profissionais da área) só conhece esta abordagem.

Fórmula para Calcular a Perpetuidade Seguindo Crescimento Estável

A fórmula é do crescimento estável (também chamada de fórmula de Gordon) é relativamente simples:

Onde:

  • r = taxa de desconto
  • g = crescimento projetado

Vamos a um exemplo prático:

Supondo que uma empresa tenha um Fluxo de Caixa t+1​ projetado de R$5 milhões, uma taxa de desconto (WACC) de 10% e uma taxa de crescimento estável prevista de 2%. Aplicando a fórmula:

exemplo prático aplicação da fórmula crescimento estável

Portanto, o valor da perpetuidade da empresa, sob estas premissas, seria de R$ 62,5 milhões. Este cálculo ajuda a entender o valor presente da empresa considerando seu crescimento estável e perpétuo após o período de projeção inicial.

Qual Valor Terminal / Perpetuidade é Mais Utilizado?

No Brasil, o método mais utilizado para calcular o Valor Terminal em avaliações de empresas é o método do crescimento estável, também conhecido como perpetuidade.

Esse método é amplamente adotado devido à sua simplicidade e à premissa de que a empresa continuará a crescer a uma taxa constante e sustentável indefinidamente.

A fórmula do crescimento estável (ou fórmula de Gordon), usada nesse método (e exemplificada acima), permite calcular o valor presente de fluxos de caixa futuros assumindo um crescimento estável.

Esse enfoque é especialmente relevante para empresas estáveis e maduras, onde se espera que o crescimento siga um padrão mais previsível e consistente a longo prazo.

Desafios e Pontos a serem Considerados na Hora de Calcular a Perpetuidade

Utilizar a perpetuidade no valuation de empresas apresenta vários desafios que devem ser cuidadosamente considerados.

Em primeiro lugar, a principal dificuldade reside na determinação de premissas realistas e sustentáveis para o crescimento futuro.

A perpetuidade baseia-se na ideia de que a empresa crescerá a uma taxa constante indefinidamente. No entanto, prever com precisão essas taxas de crescimento a longo prazo é complexo, especialmente em mercados dinâmicos e em setores sujeitos a rápidas mudanças tecnológicas ou regulamentares.

Além disso, a escolha da taxa de desconto apropriada (como o WACC) é crucial e desafiadora. A taxa de desconto deve refletir adequadamente o risco associado aos fluxos de caixa futuros da empresa.

Um erro na estimativa dessa taxa pode levar a uma avaliação significativamente distorcida, seja subestimando ou superestimando o valor da empresa.

Outro desafio é a aplicabilidade do modelo de perpetuidade em si. Para empresas em estágios iniciais, com fluxos de caixa altamente voláteis, ou para aquelas em indústrias em rápida evolução, a aplicação do modelo de crescimento estável pode não ser apropriada.

Isso se deve ao fato de que as premissas de crescimento constante e riscos relativamente estáveis não se alinham bem com a natureza desses negócios.

Finalmente, há o risco de superestimar o valor terminal, especialmente se as taxas de crescimento projetadas forem otimistas demais.

Isso pode levar a uma visão inflacionada do valor da empresa, resultando em decisões de investimento equivocadas. Portanto, é fundamental abordar a perpetuidade com uma mistura de rigor analítico e prudência para garantir uma avaliação equilibrada e realista.

Conclusão

Em conclusão, a utilização do método de perpetuidade no valuation de empresas é uma ferramenta valiosa para entender o valor de longo prazo de uma organização.

Entretanto, é muito importante abordá-la com cautela e discernimento.

Os desafios incluem a definição precisa de taxas de crescimento sustentáveis, a escolha correta da taxa de desconto e a avaliação da aplicabilidade do modelo às características específicas de cada empresa.

Uma aplicação cuidadosa e crítica do método de perpetuidade pode proporcionar insights significativos sobre o valor intrínseco de uma empresa, mas é importante manter uma perspectiva equilibrada para evitar avaliações excessivamente otimistas ou pessimistas.