como vender uma empresa

Guia Completo: Como Vender uma Empresa?

Você sabe como vender uma empresa?

Se você tem um negócio e está pensando em vender ele ou se recentemente recebeu uma proposta de compra da sua empresa, mas não sabe como proceder – saiba que este nosso conteúdo foi feito para você.

Neste guia completo, falaremos tudo que você precisa ter em mente quando o assunto é vender uma empresa.

Abordaremos tanto as questões mais emocionais, quanto a parte mais técnica – para que você consiga tomar a decisão certa.

Sendo assim, vamos lá!

Vale a pena vender uma empresa?

Entender os motivos que estão fazendo você querer vender a sua empresa é o primeiro passo a ser seguido antes mesmo de começar a analisar a possibilidade de vender o seu negócio.

Pelo fato da cultura de venda de pequenas e médias empresas ainda não ser algo tão difundido no Brasil, vemos que há um verdadeiro oceano azul de informações. Isso faz com que muitos empresários acabem tomando uma decisão errada, principalmente por não conseguir achar informações a respeito daquela questão.

No caso da venda de empresas, muitos empresários ficam com dúvidas nesse processo e acabam questionando: “Mas, será que vale a pena vender o meu negócio?”

Primeiro de tudo, antes de lhe mostrarmos os motivos que podem justificar a venda da sua empresa, queremos falar sobre valer ou não a pena.

Essa questão é muito subjetiva e vai depender de caso para caso.

O ponto que você sempre deve manter em sua mente é a respeito do futuro do seu negócio.

Um dos maiores empresários do Brasil, Flávio Augusto da Silva, costuma citar que uma empresa só tem três alternativas: Quebrar, ser herdada ou ser vendida.

Na prática, isso é uma grande verdade.

A depender da sua idade e da sua disposição de trabalhar, o seu negócio não tem muitos outros rumos a serem seguidos. Ou ele acabará quebrando, como ocorrem com muitas empresas, ou ele será passado para os seus sucessores ou, por último, ele será vendido.

Por isso, a primeira questão que você deve ter em mente é que vender o seu negócio pode sim valer a pena. Mas, para isso, precisamos analisar alguns pontos.

Sendo assim, vamos agora conhecer quatro motivos que podem justificar a venda de uma empresa.

Motivos que podem justificar a venda de uma empresa

Boa Proposta

Como primeiro motivo que pode fazer valer a pena a venda da sua empresa, temos a questão de receber uma boa proposta.

Mais para frente, nós lhe explicaremos de forma detalhada como calcular o valor de uma empresa para venda. Mas, podemos adiantar que, em alguns cenários, você sabe que a sua empresa vale “X” e acaba recebendo uma proposta de compra muito superior ao valor dela.

De forma racional, deixando de lado o apego ao negócio – que é algo que nós sabemos que acontece – acaba valendo a pena que você venda ela, desde que você tenha consciência de que, ao vendê-la, você conseguirá novas oportunidades.

É comum ocorrer de empreendedores venderem os seus negócios olhando apenas para o lado financeiro, mas acabarem ficando sem um norte após a venda. Por isso, é sempre bom que, ao pensar em vender, você tenha em mente o próximo passo.

Falando em boas oportunidades, essa é uma outra questão importante.

Novas Oportunidades

Para quem vislumbra muitas oportunidades de mercado, mas percebe que não tem tempo para abraçá-las por causa do negócio atual, vender a empresa pode ser uma alternativa.

Entre os perfis de empreendedores, temos o caso daqueles empreendedores seriais. Esse tipo de empreendedor é aquele que constantemente está criando novos projetos.

De modo geral, o empreendedor serial vê mais prazer em criar novos projetos, do que manter aqueles que ele já construiu.

Essa é uma questão que envolve muito a personalidade de cada um.

Em muitos cenários, os empreendedores com essa personalidade acabam constantemente criando e vendendo negócios. Sempre com o objetivo de abraçar novas oportunidades e criar outros projetos.

Sendo assim, se você perceber que o seu negócio atual está impedindo que você crie novas oportunidades, vender pode ser viável.

Crescimento

Indo para um novo ângulo, temos o caso onde você venderá apenas uma parte da sua empresa, para conseguir ter mais capital e crescer ainda mais.

Diferente dos dois outros cenários, onde você venderia completamente a sua participação, aqui você venderá apenas uma fatia do negócio.

Essa é uma prática muito utilizada por empresas de alto crescimento. No caso, você vende uma fatia do seu negócio para ter capital e crescê-lo exponencialmente.

Mais para frente, quando falarmos como vender uma empresa e como calcular o valor de uma empresa para venda, você entenderá melhor como quantificar o valor dessa ‘fatia’ do seu negócio.

Sendo assim, se você está buscando vender uma pequena ou média porcentagem da sua empresa para mantê-la em crescimento, continue acompanhando este conteúdo.

Falta de Projeção de Crescimento

O quarto e último motivo que vemos justificar a venda de uma empresa é a questão da falta de projeção.

Se você chegar em um ponto onde não vê mais como crescer o seu negócio, talvez seja interessante vendê-lo.

Principalmente para negócios muito nichados, o crescimento pode ser uma grande dificuldade.

Dessa forma, se você está com o seu negócio estagnado e sem força de vontade para crescê-lo, passar ele adiante pode ser uma alternativa.

É óbvio que, para cada um desses motivos que comentamos, é preciso ter uma análise cautelosa. Mas, muitas vezes a saída para o seu problema atual pode ser a venda da sua empresa.

Como bem comentamos antes, existem negócios que chegam em um determinado patamar onde há poucas saídas. Uma das mais buscadas é a venda da empresa.

Contudo, temos que ter calma. Vender um negócio é um processo cauteloso e que deve ser muito bem construído.

Ele não é feito do dia para à noite e, para evitar erros, precisamos fazer uma análise apurada.

Sendo assim, agora, nós lhe mostraremos o que analisar antes de vender a sua empresa:

O que analisar antes de vender a sua empresa?

Como bem destacamos antes, o processo de venda de uma empresa é algo minucioso e que deve ser muito bem analisado.

Sendo assim, para ajudar aqueles empreendedores que estão passando por isso, nós do Valutech destacamos quatro pontos a serem levados em consideração na hora de analisar a venda do seu negócio.

Valuation

De todos os pontos importantes a serem vistos na venda de uma empresa, não temos dúvidas que o business valuation é o mais primordial.

Explicando de uma forma simples, o valuation do seu negócio é o quanto ele vale.

No caso, quando falarmos sobre business valuation, entenda que estamos falando sobre o valor da sua empresa.

Dessa forma, imagine que, se você errar ou tiver acesso a um valuation errado, você pode vender a sua empresa por um valor muito menor do que ela realmente vale. Acredite: existem empreendedores que perdem muito dinheiro por não saber o valuation dos seus negócios.

Sendo assim, a primeira coisa que gostaríamos de recomendar para você que está pensando em vender a sua empresa é o nosso Guia Gratuito de Valuation para Pequenas e Médias Empresas.

Ebook Valuation PME

Esse é um guia que a nossa equipe especializada em Valuation criou para ajudar pequenos e médios empreendedores. Para quem está buscando por como vender uma empresa, não temos a menor dúvida que esse guia ajudará muito.

Voltando para a questão do valuation, consideramos ele uma fase primordial pois é aqui que você saberá o quanto vale a sua empresa.

Você só vai saber o quanto a sua empresa vale após fazer um business valuation completo.

Dessa forma, é possível ter uma noção se compensa ou não vender o seu negócio e por quanto ele pode ser vendido.

Mesmo para aqueles que não querem vender completamente a sua participação no negócio, é preciso ter uma noção do valor da empresa, para poder vender uma fatia dela.

Mas, não se preocupe, mais para frente iremos lhe mostrar como calcular o valor de uma empresa para venda.

Justificativa para venda

Após analisar o valuation da sua empresa, se você decidir prosseguir com o processo de venda, é preciso ter uma clareza do porquê você está vendendo o negócio.

Como comentamos na questão dos motivos, muitos empreendedores se frustram após vender os seus negócios.

Isso acontece porque, quando não temos um direcionamento do que virá a seguir, acabamos ficando sem um norte. Principalmente se o seu negócio é a sua grande fonte de renda, você precisa ter clareza do motivo de estar vendendo ela.

Mas, se você já tem uma noção clara do porquê está vendendo a sua empresa e do que você fará após isso, excelente. Podemos partir para a próxima etapa.

Participação

Ao negociar a venda da sua empresa, é de suma importância ter em mente qual participação dela você quer vender.

De modo geral, existem dois tipos de processos de venda de uma empresa.

O processo de entrada de um sócio investidor e o processo de venda completa.

No primeiro caso, você venderá apenas uma participação da sua empresa para um sócio investidor. Assim como foi dito anteriormente, no motivo de crescimento, existem empreendedores que buscam um sócio investidor para conseguir exponencializar o seu negócio.

Sendo assim, é importantíssimo definir qual a participação que você está disposto a vender e a quanto será – tendo em vista que você já sabe o valuation do seu negócio.

Questões contratuais

Como último ponto, após ter os valores bem acordados, é natural que o processo de venda de uma empresa seja concretizado através de uma equipe de profissões da área.

No caso, geralmente é feito por uma equipe especializada em processos de fusão e aquisição de negócios.

Há uma série de questões contratuais que costumam envolver este processo, portanto, ele só pode ser realizado por uma equipe jurídica e contábil especializada.

Uma questão importante e que todo empreendedor deve ter em mente ao iniciar o processo de venda da sua empresa são as clausulas contratuais.

Neste processo, é comum envolver a cláusula de não competição. No caso, uma cláusula que impede o empreendedor de se envolver em negócios naquele setor durante um determinado período de tempo.

Contudo, como não é nosso foco neste conteúdo, não entraremos tanto nesse âmbito jurídico. É importante que, junto a uma assessoria especializada, você verifique todas as questões.

Para finalizarmos este nosso guia da melhor maneira, vamos comentar sobre como você pode calcular o valor de venda de uma empresa.

Como calcular o valor de uma empresa para venda?

Para quem vem buscando como vender uma empresa, não temos dúvidas que a parte mais complexa seja envolvendo o valuation.

Uma assessoria profissional e certificada em valuation é algo caríssimo, principalmente para pequenas e médias empresas…

Existem empresas que cobram R$20.000 ou até mais de R$30.000,00 apenas para fazer o valuation da sua empresa.

Mas, aqui no Valutech, além de cobrar o melhor custo-benefício do mercado, nós temos uma ferramenta completa de avaliação da sua empresa e da sua marca.

Essa ferramenta serve tanto para quem está pensando em vender a sua empresa, quanto para aqueles empreendedores que querem comprar uma participação em um negócio, mas não sabem qual o valor dele.

Na nossa ferramenta, preenchendo com algumas informações sobre o seu negócio, em cerca de 15 minutos conseguimos dar um relatório preciso de Valuation da sua empresa.

Por isso, se você quer calcular o valor da sua empresa, clique agora no botão abaixo e conheça a nossa ferramenta de cálculo de Valuation.